Andei por aí




andei por aí...

entre a dor e a saudade
entre a raiva e a paixão
alma que se esvai sem vontade
bússola sem direção


andei por aí...

nas encostas
precipícios
no deserto
erosão
sem abrigo
sem destino
sempre na contramão


e sem saber se o que vivia
era o inicio ou o fim
na minha alma de menina
andei por aí, peregrina
procurando em cada esquina
algo que me lembrasse de ti

20 comentários:

Ms. Molly Bloom disse...

Continue andando. Andar é um ato. inspirador.

Francorebel disse...

Deu pra sentir profundamente cada palavra. Lindas sensações. Abraço!

Uriel disse...

como diria Johny.. Keep Walking. é isso aí, adorei teus comentários no meu blog.. e adorei este blog de poemas!

Lindos poemas e como tu é de porto alegre, morando na bahia.. te convido pra escutar o podcast do Coolt Box, guria..

Creio que tu vai identificar muito bem o nosso diálogo e o nosso sotaque :D

Fico no aguardo ^^ é um convite :)

Alexandre disse...

Gostei. Tem a simplicidade que encanta. Parece música.

Meu último post foi um poema também. Será uma honra se você ler e comentar.

Sucesso!!

http://criticodostempos.blogspot.com/

Dave. disse...

Boas rimas em um poema que demonstra a agonia de buscar algo que não se sabe ao certo o que é. D:

Net Esportes disse...

i walk alone

mto bom o poema, gostei muito

Allerson disse...

Os versos ficaram ótimos, que tal adcionar uma melodia?

www.aioscaras.blogspot.com

Diana disse...

Profundidade em saus palavras
adorei seu blog
bjuss

Adalberto Mota disse...

Poema muito bonito! Parabéns!

Plugaki disse...

bonito poema!

Diego disse...

Se fosse preciso sintetizar o poema em três palavras, seriam: Simples, apaixonado e apaixonante. Tentar mais do que isso, é mera imaturidade. Porque quem senti, não pode transcrever no papel a hemorragia de sentimentos que o poema é capaz de causar. Parabéns, gostei muito, não só do poema mas de toda a conjuntura que ele reune. Segue em frente, guria. Sucesso com o blog. - www.diiegopauliino.blog.com -

Guilherme Bayara disse...

Você escreve de uma forma muito gostosa.
Os poemas são leves e fáceis de se ler.

Uriel disse...

como diria Johny.. Keep Walking. é isso aí, adorei teus comentários no meu blog.. e adorei este blog de poemas!

Lindos poemas e como tu é de porto alegre, morando na bahia.. te convido pra escutar o podcast do Coolt Box, guria..

Creio que tu vai identificar muito bem o nosso diálogo e o nosso sotaque :D

Fico no aguardo ^^ é um convite :)

Alexandre disse...

Gostei. Tem a simplicidade que encanta. Parece música.

Meu último post foi um poema também. Será uma honra se você ler e comentar.

Sucesso!!

Dave disse...

Boas rimas em um poema que demonstra a agonia de buscar algo que não se sabe ao certo o que é. D:

Allerson disse...

Os versos ficaram ótimos, que tal adcionar uma melodia?

Diana disse...

Profundidade em saus palavras
adorei seu blog
bjuss

Adalberto Mota disse...

Poema muito bonito! Parabéns!

Diego disse...

Se fosse preciso sintetizar o poema em três palavras, seriam: Simples, apaixonado e apaixonante. Tentar mais do que isso, é mera imaturidade. Porque quem senti, não pode transcrever no papel a hemorragia de sentimentos que o poema é capaz de causar. Parabéns, gostei muito, não só do poema mas de toda a conjuntura que ele reune. Segue em frente, guria. Sucesso com o blog. - www.diiegopauliino.blog.com -

Guilherme Bayara disse...

Você escreve de uma forma muito gostosa.
Os poemas são leves e fáceis de se ler.