Partida


choro a tua ausência
e a cada lágrima
poetizo a minha dor

11 comentários:

Tania Montandon disse...

Legal, um haikai moderno e bem lírico! A imagem complementou!
beijo

Alice Daniel disse...

Tania, é um POETRIX. No haikai as regras são outras. Obrigada pelo comentário

Franciele Valadão disse...

Que profundo, eu gostei.

Thiago Pacheco disse...

A simplicidade as vezes não é o melhor. Talvez a falta nos mostre mais do que lágrimas... expressamos mais do que isso. E lágrimas nem sempre são o máximo de dor por uma ausência.

Mesmo assim, gostei do seu blog (já que é a primeira vez que venho aqui) e do visual no geral.

Abraço!

Liipee disse...

Levei um susto quando li, a impressão foi que fosse de outro alguém, pois parece-me que ja li algumas poemas lindos como esse, de escritores famoso e com o mesmo sentido, o mesmo sentimento acredito.
Pois bem, li seu perfil e vi que não é cópia, são sentimentos em forma de palavra.
Cada letra, poética.

SLOT DOWNLOADS disse...

Lembrei da minha rosa que está distante ao ler esse poema.

Pobre esponja disse...

Gosto dessa possibilidade sintetizadora dos tercetos (haikais).

bj
Pobre Esponja

Alice Daniel disse...

Pobre esponja só uma retificação. É um POETRIX. Ele se diferencia nas regras a serem seguidas. Ver link ao lado.

Esconderijo disse...

Belo poema, me pareceu versos de canções da Roberta Sá. Conheces?

Intensidade é tudo num poema.

Blog Lomadee disse...

Apesar de simples, ótimo texto.

Blog Lomadee.

Anne Carol! disse...

lindoo poema! e totalmente verdadeiro!
estava assim!