Sinais secretos

te sei acariciando outro corpo
a provocar sonhos e promessas
a te abrigar em novo esconderijo

te sei amante meio sério meio louco
a arrancar suspiros em tom rouco
a tatuar tua marca feito fogo

te sei sentindo o sal de outra pele
provando o acre de outros lábios
a deliciar-se em outro beijo

te sei
e mesmo assim
deixaste aqui,
além do meu desejo,
sinais secretos
que habitaste em mim

então, esquecer-te por quê?
se a tua presença me persegue
e amando-te no silêncio de um segredo
umedeço-me na saudade que me segue?

8 comentários:

Rogerio disse...

belas palavras...escrita com sentimentos...

Didi disse...

O que eu mais gostei de seus textos, foi o que você escreveu sobre você. Achei fantástico!!! A vida é mais que isso mesmo que vc citou, mas ainda pretendo escrever um livro, plantar mais árvores e ter filhos, depois o resto é outra história.

Benhur disse...

Poema muito bonito e com uma menssagem profunda.

Rosa disse...

Poxa Alice sempre vi o teu outro blog e não sabia que era poeta.
Vou te linkar nesse blog:
http://protestedeclareamor.wordpress.com

Espero que volte a Conquista! beijos!

Marcelo disse...

Poema realmente lindo ^.^

schetini disse...

Li um poema certa vez que trazia o seguinte verso:
"tu sais, assim, com esta certeza de que quero que saias".
E é bem isso na essência deste vosso.

Gostei do que aqui vi. Há uma pitada disto em mim.

^-^¨cat disse...

ficou linda a troca do "t conheço" pelo "te sei", mto poetico, nunca vi nada parecido

Plugaaki disse...

gostei muito da expressãp "te sei" ficou bem poético mesmo, e seus poemas são otimos, parabens! uns dos poucos blogs de poemas que eu realmente leio hahahahha