Teu beijo

esse beijo gostoso
despudorado
molhado

esse beijo sem regras
sem limites
roubado

da minha boca insaciável
da tua boca irresistível
sairá em cachoeira
como num dia de chuva
poro molhado, aguaceira

mesmo que teus lábios gastem
mesmo que a saliva seque
mesmo que eu, mulher, peque

um, dois, talvez uns três
importa ser a minha vez
de dizer eu quero mais

hoje serás o meu vassalo
quero um sem intervalo
saciar-me de ti?
jamais!

9 comentários:

Diego Janjão disse...

Que lindo poema, o unico problema eh q agora qro bjar minha namorada, e num posso!

huahuahuahua

CFC Hélio disse...

Nossa muita criaividade amei tudo do seu blog!!!Parabens

Karina Kate disse...

avassaladora total! adoro esses momentos jogados em poema!! hehe
bjos

Jeniffer Yara disse...

Ai que lindoo! Gente,arrasou no poema! Amei o blog! Amo poemas! Você escreve muito bem!

Bjs!

Arnaldo Reis Trindade disse...

muito bonito o blog, adorei.. quanto ao poema, muito bonito, se trocar algumas palavras por palavras mais comum,daria um belo axé, pra fazer o pessoal beixar na boca no carnaval.

brincadeira

está lindo o teu blog

Francorebel disse...

Muito bom esse poema... valeu muito... abração e parabéns pelo Blog lindo... valeu!

schetini disse...

Tão íntimo!

fabricio bezerra da guia disse...

uma boa reflexão sobre o beijo

Sharisflips disse...

é o beijo em sua integra.